Saiba como oferecer o ticket vale-cultura para seus colaboradores

June 30, 2020
Benefícios

O ticket vale-cultura é um benefício muito importante para que a empresa envolva seus colaboradores e valorize aqueles que trabalham para a marca. Assim como o vale-alimentação já se tornou conhecido e amplamente usado como uma forma de atrair novos talentos, o vale-cultura pode ser um diferencial no processo de contratação.

Além disso, o ticket pode servir como um incentivo aos funcionários, estimulando a produtividade e o melhor encaixe ao fit cultural. Neste artigo, mostraremos como funciona o vale-cultura, quando é interessante para a sua empresa investir nesse benefício e qual o melhor formato para oferecê-lo aos seus funcionários. Boa leitura!

O que é e como funciona o ticket vale-cultura?

O vale-cultura é um benefício que pode ser oferecido para os colaboradores, assim como acontece os tickets de alimentação e refeição. Diferentemente do vale-transporte, que é um direito do funcionário, o benefício se caracteriza como algo a mais, que não é incluso no salário e é destinado para o uso com alguma finalidade.

O MinC (Ministério da Cultura) estipulou o valor de R$50,00 mensais para o ticket. Essa quantia pode ser gasta nos mais diversos serviços culturais, como cinemas, teatros, museus, livrarias e cursos. Outra característica importante do vale é que ele é cumulativo, ou seja, caso o colaborador queira, ele pode juntar o valor para gastar em um produto acima de 50 reais.

Quais empresas podem oferecer esse benefício?

As empresas que se cadastram para receber o vale-cultura passam a ter direito à isenção de encargos sociais, revertidos no valor do vale. Para isso, é necessário que a tenha colaboradores com vínculo empregatício formal. É preciso acessar o site para cadastramento.

Outro ponto importante sobre o vale-cultura é que a empresa, uma vez cadastrada, não passa a ter obrigatoriedade de oferecer o benefício aos seus funcionários. É possível cancelar o vale, caso isso seja decidido.

Qual a melhor forma de oferecer o ticket vale-cultura?

Hoje existem cartões de benefícios inovadores, que possibilitam uma gestão on-line e automação de processos como as recargas. Além disso, essas plataformas oferecem diferenciais para os funcionários, como a possibilidade de gerenciar e migrar os saldos dos diversos benefícios. Com apps como a Caju, você reúne o gerenciamento de todos os vales em um só lugar, de forma fácil e rápida.

Na hora da contratação, é importante buscar uma operadora que seja autorizada pelo MinC para produzir e comercializar o vale-cultura para que ela seja a responsável em fazer a distribuição. Caso a empresa já tenha feito o contrato do vale, também é possível migrar para outra operadora.

Como você viu, o ticket vale-cultura é uma oportunidade de agregar valor à empresa, contribuindo para a retenção de talentos. Além disso, esse vale conta com o apoio do Ministério da Cultura, fazendo com que o valor despendido com ele seja abatido na contribuição do FGTS da empresa. Ou seja, trata-se de uma oportunidade “ganha-ganha” para a empresa contribuir com o acesso à cultura dos seus funcionários.

Se você gostou deste artigo e quer saber mais sobre como implementar o vale-cultura na sua empresa, entre em contato conosco. Propomos soluções inovadoras para a gestão de benefícios e praticidade para a vida dos usuários!

Caju Team

Caju é uma plataforma de benefícios para quem se importa com seus colaboradores!

Substitua todos seus cartões de benefícios pela Caju! Aqui você consegue comprar os benefícios do seu time de um jeito fácil e que seu time vai amar!

Artigos Relacionados

Assine nossa newsletter

Receba as novidades da Caju em primeira mão

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form