O que é recrutamento preditivo e como implementá-lo?

June 20, 2022
Recursos Humanos

Em um cenário onde profissionais qualificados estão cada vez mais disputados, como atrair os melhores talentos e acertar nas contratações? Se você é um profissional de recursos humanos, que atua com processos seletivos, precisa conhecer o recrutamento preditivo! 

Esse método inovador de recrutamento e seleção usa a tecnologia como aliada para fazer uma triagem de currículos, a fim de encontrar o colaborador ideal para determinada vaga, considerando não apenas aspectos técnicos, como também o perfil comportamental dos candidatos. 

Quer conhecer mais sobre o recrutamento preditivo e saber como implementá-lo no dia a dia da sua empresa? Então, continue lendo esse artigo! 

O que é recrutamento preditivo?

O recrutamento preditivo é um modelo de recrutamento que ocorre a partir da metodologia de People Analytics

Nesse processo, ocorre a coleta e tratamento de dados do Big Data, o que permite uma melhor análise dos perfis técnicos e comportamentais dos candidatos para determinada vaga. 

Com isso, os processos seletivos tendem a ser mais simples e assertivos, uma vez que essa metodologia auxilia os recrutadores a conhecer melhor os traços de personalidade e comportamentos frequentes dos candidatos, além de tornar possível mensurar o fit cultural de cada perfil com a empresa.

Ou seja, o recrutamento preditivo aumenta as chances da empresa contratar o profissional que mais se encaixa em determinada vaga e com maior potencial de desenvolvimento na organização. 

Qual a relação do recrutamento preditivo com as soft e hard skills? 

Durante um processo seletivo comum, muitas vezes apenas as habilidades técnicas dos candidatos, conhecidas como hard skills, são testadas e avaliadas. 

Portanto, uma das grandes diferenças do recrutamento preditivo é que através dessa metodologia os recrutadores passam a conhecer e avaliar também as soft skills dos candidatos. 

Essas soft skills estão relacionadas ao perfil comportamental e personalidade de cada um. Assim, considerá-las tende a ser muito valioso para conhecer o nível de inteligência emocional dos profissionais e entender quem melhor se encaixa com a vaga e o clima organizacional da empresa. 

Leia mais: Power skills: entenda o que é e como desenvolver nos funcionários

Quais são os benefícios desse formato de recrutamento?

Implementar o recrutamento preditivo na sua organização pode trazer muitos benefícios. Esse método de recrutamento pode ser a escolha certa para construir processos de RH automatizados e mais eficientes. 

Com isso, as chances de sucesso na atração e retenção de talentos são muito maiores, sem contar que as contratações com base na compatibilidade entre a cultura da empresa e o perfil comportamental do colaborador tendem a aumentar a motivação no ambiente de trabalho. 

Outros benefícios que o recrutamento preditivo podem trazer são: 

  • melhora do clima organizacional;
  • aumento da produtividade;
  • redução de taxas de turnover;
  • processos de recrutamento e seleção efetivos;
  • melhora no sentimento de pertencimento. 

Como implementar o recrutamento preditivo na empresa?

Agora que você já conferiu o que é recrutamento preditivo e quais os seus principais benefícios, é hora de saber como colocá-lo em prática. Confira as principais dicas abaixo. 

Tenha um bom software de RH

Para que o processo de recrutamento preditivo dê certo, tudo começa por um bom software. 

Atualmente existem diversas opções de plataformas digitais de gestão de RH no mercado, que entre outras coisas, são responsáveis pela coleta, armazenamento e análise de dados do recrutamento preditivo. 

É através dessa ferramenta que são feitas as triagens de currículos, testes de perfis comportamentais e etc. 

Ou seja, o software de RH torna muito mais fácil fazer o mapeamento e avaliação dos perfis dos candidatos para as vagas, já que a plataforma se encarregará de eliminar os currículos que não combinam com a maioria das habilidades necessárias para ocupar os cargos. 

Além disso, ela também ajudará na avaliação das competências técnicas dos candidatos com mais eficiência.  

Capacite os colaboradores responsáveis pelos recrutamentos

De nada adianta contar com a melhor plataforma, se não houver profissionais de RH capacitados para lidar com ela. Portanto, um dos passos mais importantes para o recrutamento preditivo é habilitar os colaboradores a usarem essa ferramenta. 

Isso poderá ser feito aos poucos, através de cursos e treinamentos que forneçam todo o conhecimento necessário para dominar a ferramenta e introduzi-la ao dia a dia do time de recursos humanos da organização.

Dessa forma, será possível aproveitar todos recursos e funcionalidades oferecidos pelo software escolhido. 

Adote ações de Employer Branding

O Employer Branding é um conjunto de estratégias que busca melhorar a imagem de uma marca ou organização perante o mercado. Mas e o que isso tem a ver com recrutamento preditivo?

Simples, é possível usar das ações de Employer Branding para divulgar a cultura organizacional da empresa e atrair os melhores talentos para as vagas, a partir da sua conexão com a marca. 

Nesse sentido, é possível promover palestras, conteúdos em diversos formatos e workshops para propagar a cultura, os valores e políticas internas da organização

Além disso, usar as redes sociais para fazer postagens que divulguem o dia a dia da empresa de forma descontraída. 

Elabore processos seletivos dinâmicos e humanizados

Pensar a jornada no candidato durante o processo seletivo também faz parte do recrutamento preditivo. Isso é importante para que aquele profissional que se encaixa perfeitamente na vaga tenha vontade de continuar no processo e efetivamente se torne um colaborador. 

Por isso, promover processos seletivos dinâmicos e humanizados, que acolha os candidatos e respeite suas individualidades, pode ser determinante para o sucesso desse modelo de recrutamento. 

Apostar também em entrevistas descontraídas e com dinâmicas interessantes é fundamental para entender o perfil do futuro colaborador. 

Invista em processos de desenvolvimento profissional

Por fim, tenha em mente que os profissionais mais bem qualificados, que você deseja ter em seu time, prezam por benefícios e pelo desenvolvimento profissional. 

Hoje em dia, não basta apenas oferecer salários competitivos na hora de abrir uma nova vaga, é necessário investir no futuro e desenvolvimento dos colaboradores.

Ou seja, ter bem claro os objetivos e as possibilidades de crescimento que a empresa oferece ao colaborador faz parte do recrutamento preditivo e pode fazer toda a diferença para o sucesso desse sistema.  

Curtiu o conteúdo? Então, continue no blog da Caju e aproveite para conferir mais sobre o impacto dos incentivos corporativos no seu negócio.

Eduarda Ferreira

Redatora e jornalista em formação, Eduarda atua na produção de conteúdo da Caju. Como editora do blog, tem o propósito de unir seus interesses por comunicação e tecnologia e educar o mercado de gestão de pessoas.

Artigos Relacionados

Assine nossa newsletter

Receba as novidades da Caju em primeira mão

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form