Veja como implementar um sistema de benefícios flexíveis na empresa

March 29, 2021
Benefícios

O oferecimento de um sistema de benefícios flexíveis está se tornando muito comum nas empresas. Dentro desse modelo, os colaboradores podem escolher, de acordo com algumas regras, quais benefícios querem receber. Assim, cada empregado é capaz de gerenciar seu saldo de acordo com as necessidades que encontrar dentro daquele mês.

A motivação dos funcionários é fundamental para manter o clima organizacional saudável e evitar problemas, como a perda de talentos e o absenteísmo. Por isso, antes de implementar qualquer sistema de benefícios, é interessante entender o perfil dos colaboradores e oferecer alternativas que estejam de acordo com as necessidades deles.

Neste artigo, mostraremos como esse sistema funciona e quais são as vantagens de sua utilização. Além disso, vamos explicar quais aspectos devem ser considerados no momento de sua implementação. Acompanhe a leitura!

O que são benefícios flexíveis?

Os benefícios flexíveis são aqueles que podem ser negociados com a empresa, de acordo com as preferências do colaborador. O modelo mais tradicional é a administração por limite de pontos, em que o profissional pode montar o conjunto mais atraente para ele.

Geralmente, esse pacote tem validade de seis meses a um ano, sendo que o colaborador pode alterar os benefícios recebidos durante os períodos estabelecidos. A intenção da proposta é atender as diferentes necessidades dos colaboradores, sendo possível que cada um deles escolha o que for de mais importância para si mesmo.

Quais são as vantagens de oferecê-los?

A implementação desse sistema traz vantagens para a empresa e também para o colaborador. No caso do funcionário, a possibilidade de escolher o que será recebido é muito importante. Caso ele goste de atividades variadas, pode optar por uma cota de cultura, por exemplo. Contudo, outro trabalhador pode preferir um auxílio para o celular.

Já para a empresa, o mais importante é o aumento da satisfação e da motivação dos colaboradores. Quando motivados, os funcionários são capazes de aumentar a produtividade e o engajamento, entregando resultados melhores. Além disso, os índices de absenteísmo são melhorados e a retenção de talentos é reforçada, evitando que bons profissionais deixem a empresa por estarem insatisfeitos.

Que benefícios podem se encaixar nessa categoria?

Inúmeros benefícios podem se encaixar nessa categoria, sendo importante que você conheça os principais, como:

  • plano de saúde e plano odontológico;
  • auxílio-medicamento;
  • seguro de vida;
  • vale-refeição ou alimentação;
  • transporte;
  • transporte fretado;
  • combustível;
  • estacionamento;
  • auxílio-creche;
  • bolsas de estudo;
  • celular;
  • previdência privada;
  • vale-cultura;
  • reembolso para cursos e educação.

O que considerar ao implementar um sistema de benefícios flexíveis?

Ao buscar essa implementação, os gestores precisam considerar alguns aspectos para que as vantagens sejam aproveitadas e os profissionais se beneficiem do sistema. Vamos ver o que deve ser analisado!

Preferências dos colaboradores

Antes de fazer a implementação, é interessante realizar uma pesquisa com os colaboradores da organização. Esse levantamento interno visa descobrir os perfis e os principais interesses das pessoas de acordo com cada faixa salarial.

É fundamental descobrir quais são os gostos dos funcionários e os tipos de benefícios que eles gostariam de ter. Dessa forma, o programa será bem recebido e a aceitação será imediata.

Pacotes de benefícios

Analisando as informações recolhidas na dica anterior, é possível pensar nos pacotes que serão oferecidos. Considere as alternativas preferidas dos seus colaboradores e monte os pacotes de acordo com elas. Uma das dificuldades está na montagem de pacotes que, mesmo diferentes entre si, tenham valores semelhantes. Isso é essencial para que não haja acusações de discriminação na empresa.

Legislação

Esse modelo, assim como outros elementos da relação entre empregador e funcionário, está sujeito a implicações legais conforme a legislação trabalhista. A empresa precisa estar atenta a esses aspectos, verificando como eles podem favorecer ou desfavorecer a implementação do sistema.

Igualdade

É importante oferecer condições idênticas para funcionários de uma mesma categoria, como mesma quantidade de pontos disponíveis, mesmo conjunto de opções, benefícios apresentando o mesmo “preço” em pontos etc. Isso evita que algum colaborador possa alegar que está sendo prejudicado em relação a um colega.

Explicação do sistema

É imprescindível comunicar as mudanças de forma clara e explicar aos colaboradores o funcionamento do novo sistema de benefícios. Tudo o que será feito deve ser registrado por meio de um acordo coletivo, que precisará ser assinado por toda a equipe. Agindo assim, a empresa garante transparência no processo e segurança jurídica.

Se possível, disponibilize modelos de simulação do sistema antes da implementação. Desse modo, os colaboradores adquirem familiaridade com as opções e têm mais facilidade para fazer o gerenciamento de suas escolhas.

Que erros a empresa não pode cometer nessa implementação?

Durante o processo de implementação, alguns erros podem prejudicar bastante o sucesso da iniciativa. Abaixo, veja quais são eles e como evitá-los.

Excluir os colaboradores na etapa de planejamento

Um dos grandes erros cometidos pelas empresas ao estabelecer benefícios flexíveis é não se comunicar com seus funcionários. É preciso investigar as necessidades e os verdadeiros interesses dos colaboradores para montar um sistema que seja atrativo.

Disponibilizar informações desatualizadas

É importante que a empresa esteja por dentro da situação de seus profissionais, pois benefícios que eram desnecessários em determinado momento podem adquirir importância. Por exemplo, quando um colaborador que não tinha filhos se torna pai, o auxílio-creche pode ser fundamental. Portanto, a agilidade na substituição do benefício deve contribuir para que a mudança seja feita e beneficie o profissional.

Agir de forma desorganizada

Uma das principais dificuldades desse modelo é que ele exige mais planejamento da equipe de RH do negócio. Quando as coisas não são feitas de forma organizada, a empresa fica sujeita a contestações legais sobre a veracidade do pacote de benefícios oferecido aos colaboradores.

Destaca-se que a implementação dos benefícios de maneira organizada é fundamental para que o sistema funcione da forma esperada e traga vantagens para colaboradores e empresas. Tome os cuidados necessários para fazer a mudança de acordo com o perfil de seus funcionários, pois isso trará motivação e aumentará a produtividade da equipe.

Quais cuidados devem ser tomados ao escolher os benefícios flexíveis?

Como já citamos, existem várias questões que devem ser consideradas ao implementar os benefícios flexíveis na empresa. Além disso, é muito importante entender o quanto esse modelo pode ser interessante para a rotina da gestão. Ao contar com uma plataforma que entenda sobre esse modelo, você certamente já facilita várias ações.

Afinal, é preciso que a opção escolhida para oferecer os benefícios flexíveis esteja presente no mercado. Dessa forma, você garante que a gestão e a distribuição dos diferentes tipos de benefícios corporativos será simplificada.

Como a legislação entende o sistema de benefícios?

O ideal para a implementação de um sistema de benefícios flexíveis é que ela aconteça por meio de uma convenção coletiva de trabalho. Dessa forma, você assegura que há um entendimento (do ponto de vista legal) e um consenso entre os colaboradores de que esse é um modelo que não prioriza nem prejudica nenhum dos funcionários.

Além disso, é importante assegurar que os benefícios oferecidos sejam os mesmos para os funcionários de uma mesma categoria. Então, caso um decida direcionar seus pontos para o uso do vale-transporte, por exemplo, e o outro não, isso acontecerá de acordo com a preferência de cada um.

Quais são os principais passos para ter uma boa gestão de benefícios?

Se você gostou dessa ideia, então confira as principais dicas para fazer essa gestão:

  • decida quais serão os valores investidos por contrato;
  • faça reuniões para estabelecer quais regras serão aplicadas para seu uso (como a distribuição de pontos por categoria);
  • realize a convenção coletiva de trabalho, assegurando as questões legais referentes aos benefícios flexíveis;
  • ofereça um treinamento para que os funcionários entendam como poderão usar os benefícios, quais são as regras e como seus direitos estão assegurados com isso;
  • observe quais são as pontuações distribuídas, lembrando da distribuição dos benefícios obrigatórios, como o transporte, e outros que serão apresentados, como o ticket de vale-cultura.
  • faça um cronograma para a implementação dos benefícios flexíveis.

Qual é a importância de contar com uma plataforma especializada em benefícios?

Para estar à frente e garantir que a sua organização atende às questões legais, acompanhando mudanças na legislação, é sempre bom contar com uma empresa parceira que ajude no acompanhamento do serviço. Além disso, uma plataforma agiliza os processos, permitindo a automatização em algumas ações e reduzindo os riscos com fraude ou extravio dos valores.

Ademais, ao contar com uma empresa que é especializada em benefícios, você ainda tem facilidade para acompanhar o hábito de consumo dos seus colaboradores. Assim, há a possibilidade de ter insights valiosos, que possam ser usados em ações para agregar valor, melhorando o clima organizacional e a percepção sobre a qualidade de vida no trabalho.

Como a Caju pode ajudá-lo nessa tarefa?

Se você quer implementar benefícios flexíveis na sua organização, soluções como a oferecida pela Caju simplificam esse processo. Aqui, estamos falando de uma plataforma que facilita muito a vida do RH na hora de contratar benefícios para os funcionários, pois concentra tudo em um único lugar.

Por outro lado, para os colaboradores, a Caju expande as possibilidades de uso dos benefícios. Pelo app, a pessoa poderá transferir parte do saldo do vale-refeição para o vale-transporte, ou para o vale-cultura, da forma que ela quiser.

Além disso, ela pode usar o vale-cultura para pagar vários serviços, como Spotify, Netflix, cinema, teatro, entre outras atividades. No caso do vale-transporte, o colaborador pode usar seus benefícios flexíveis no Bilhete Único, mas também no Uber, 99, patinete ou bicicleta, por exemplo. Uma grande vantagem é que tudo isso é de graça para a empresa e para os funcionários.

Então, gostou da ideia? Para saber mais sobre os benefícios flexíveis oferecidos pela Caju, acesse o nosso site agora mesmo!

Caju Team

Caju é uma plataforma de benefícios para quem se importa com seus colaboradores!

Substitua todos seus cartões de benefícios pela Caju! Aqui você consegue comprar os benefícios do seu time de um jeito fácil e que seu time vai amar!

Artigos Relacionados

Assine nossa newsletter

Receba as novidades da Caju em primeira mão

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form