5 passos para reduzir o absenteísmo nas empresas

June 30, 2020
Motivação

A empresa dimensiona o número de colaboradores de que precisa de acordo com o trabalho a ser feito para alcançar o resultado almejado. Quando ela não pode contar com aqueles funcionários, mesmo que eles estejam em sua folha de pagamento, as metas ficam comprometidas.

Esse é o grande problema do absenteísmo nas empresas, que está ligado às faltas e atrasos dos funcionários. Na prática, uma taxa alta de absenteísmo significa que você não tem todo o capital humano que acredita ter, o que pode gerar diversas consequências, como paralisar um projeto e atrasar uma entrega necessária para colocar o negócio em outro patamar.

Existem diversas abordagens para reduzir o problema e é preciso observar múltiplos fatores antes de adotar uma estratégia de intervenção. Neste artigo, vamos mostrar os 5 principais passos para minimizar o absenteísmo nas empresas. Acompanhe!

1. Estabeleça parâmetros objetivos para medir o absenteísmo

Qualquer mudança que queiramos promover em qualquer área começa por conhecer a situação atual. Por isso, é preciso estabelecer quais serão os parâmetros usados para medir o absenteísmo.

É possível, por exemplo, considerar o número total de horas trabalhadas esperadas e compará-las com o número de horas perdidas. Ao dividir o segundo pelo primeiro e multiplicar o resultado por 100 obtém-se uma taxa de ausência.

2. Classifique os motivos do absenteísmo

Agora que você já sabe qual o nível de absenteísmo, é preciso detalhar melhor a situação e entender os motivos. Podem ser contabilizadas todas as ausências de até 15 dias, como:

  • atrasos;
  • atestados de saúde de até 15 dias;
  • faltas injustificadas;
  • licença de óbito;
  • doação de sangue.

Conhecendo os motivos que levaram o funcionário a faltar, fica mais claro em quais situações é possível agir para tentar reduzir o absenteísmo e em quais não há o que fazer, como no caso da licença paternidade e da licença de óbito.

3. Faça um diagnóstico organizacional da sua empresa

Agora que você já sabe o que mais influencia o absenteísmo na sua empresa, chegou a hora de ir mais fundo e tentar se profundar na questão. Faça um diagnóstico para descobrir por que essas questões ocorrem.

Se o nível de atrasos está alto, por que isso está acontecendo? Os colaboradores estão desmotivados ou insatisfeitos? Estão se sentindo sobrecarregados? Há falta de fiscalização? O clima organizacional está ruim?

4. Elabore um plano de ação a partir do diagnóstico

Não adianta, aquele tempo em que o chefe mandava e o funcionário obedecia pertence a um passado longínquo. Você não vai conseguir que seus colaboradores alcancem o nível de desempenho de que você precisa apenas na base da autoridade. Com essa postura, o que você vai conseguir é uma equipe desmotivada, infeliz e que falta cada vez mais.

Por isso, analise o diagnóstico que você tem em mãos e trace um plano de ação a partir dele. Pode ser que você precise investir em melhorias no clima organizacional, na comunicação com a equipe, em um plano de carreira ou mesmo em um programa de qualidade de vida para melhorar o engajamento dos funcionários.

Por fim, não podemos nunca nos esquecer de que estamos lidando com seres humanos, que ficam naquele ambiente por muitas horas, que têm suas necessidades e anseios próprios e devem ser tratados dessa forma.

5. Estabeleça metas realistas

Como vimos, os motivos do absenteísmo são variados e, por isso, nunca vamos alcançar taxa zero, o que não significa que não possamos melhorar o índice trabalhando em cima de alguns fatores.

No caso das faltas injustificadas, por exemplo, você pode descobrir que os funcionários precisam de um dia para resolver problemas pessoais, burocráticos ou levar um filho ou um pai ao médico. Todos passamos por esses momentos de vez em quando.

Uma possível solução seria simplesmente assumir que isso acontece e dar a cada funcionário a possibilidade de ter um day off periodicamente para esse tipo de situação.

Assim, vimos como é possível reduzir o absenteísmo nas empresas. A chave aqui é conhecer o problema mais profundamente e ter em mente que estamos lidando com seres humanos, e não com máquinas, e por isso precisamos ter medidas compatíveis.

Você já se deparou com esse problema na sua empresa? Como fez para lidar com eles? Deixe um comentário!

Caju Team

Caju é uma plataforma de benefícios para quem se importa com seus colaboradores!

Substitua todos seus cartões de benefícios pela Caju! Aqui você consegue comprar os benefícios do seu time de um jeito fácil e que seu time vai amar!

Artigos Relacionados

Assine nossa newsletter

Receba as novidades da Caju em primeira mão

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form