Entenda se o horário flexível pode ser encarado como um benefício

July 26, 2021
Benefícios

A vontade de trabalhar em uma empresa com horário flexível é o sonho de muitas pessoas, principalmente conforme a tecnologia avança. Afinal, a cada ano surgem novos métodos de trabalho e recursos para facilitar a comunicação entre as equipes, permitindo o trabalho fluir de modo mais tranquilo e produtivo. Logo, a flexibilidade não impacta negativamente.

Entretanto, os colaboradores da atualidade quando recebem uma proposta de emprego, consideram, além do salário ofertado, os benefícios oferecidos. Portanto, ir além do plano de saúde, vale alimentação e outros é relevante, pois será analisado se existe a possibilidade de horário flexível. O motivo é ter mais autonomia para controlar a vida profissional e pessoal.

Por isso, nesta leitura, entenda tudo sobre a flexibilidade de horário na empresa e veja como implementar esse modelo, sem impactar nos lucros do seu negócio. Acompanhe!

Saiba o que é horário flexível e como ele funciona

Várias empresas de outros países já adotaram o horário flexível, sem prejudicar a sua produtividade. Nesse sentido, as instituições brasileiras com mentalidade moderna e inovadora estão investindo nesse modelo de trabalho. Contudo, as questões da pandemia também serviram de incentivo para alguns empregadores implementarem a modalidade.

A lei trabalhista, no artigo 58, determina que o empregado deve cumprir uma jornada de 8 horas diárias de trabalho, podendo estender até duas horas extras e respeitar o intervalo de descanso, seja almoço ou jantar, a depender do turno. Portanto, comumente, são os horários das 8h às 17h ou das 9h às 18h, podendo existir variações, caso tenha jornada aos sábados.

Contudo, a proposta do horário flexível é um pouco diferente dessa determinação, apesar de ser aceita na legislação. Inclusive, não significa necessariamente que o empregado deve cumprir uma jornada maior ou menor que a CLT já determina. Porém, ele pode exercer conforme acordado com o seu empregador. Dessa forma, o colaborador tem autonomia para decidir quando e onde vai cumprir o seu horário.

Portanto, o modelo é um benefício que a empresa pode oferecer à equipe dentro das regras estabelecidas, como opções de horários e local para cumprir, seja remoto ou escritório, com início da jornada de manhã para terminar à tarde ou de tarde para a noite, conforme for o melhor período de produtividade do empregado.

Nesse sentido, podemos citar brevemente que as vantagens em aderir aos horários flexíveis são para os colaboradores e para o empregador, como:

Veja como implementar na empresa

Aderir o modelo de horário flexível na empresa não exige segredos para o RH. Contudo, as burocracias devem ser seguidas, a fim de evitar conflitos trabalhistas e na produtividade. Portanto, para implementar é necessário ter um contrato, seja individual, seja coletivo, ou regulamento determinando o que foi acordado. Além disso, considere os seguintes pontos!

Faça um mapeamento dos horários

O benefício de horário flexível pode ser facilmente controlado por pequenas empresas com menos colaboradores, comparada às maiores. No entanto, em todos os casos é ideal mapear quais setores da empresa aceitam essa flexibilização sem afetar a produtividade. Portanto, planeje as pessoas que podem aderir esse modelo, bem como as regras.

Algumas empresas optam por dar autonomia aos colaboradores para escolher o horário, mas solicitam a presença no escritório em dias ou períodos determinados. Para isso, temos 3 modelos de horário flexível.

1.Modelo fixo variável

É uma opção muito utilizada pelas empresas, pois nessa categoria o empregado pode escolher um horário entre várias opções alternadas e propostas pelo empregador para estar presencialmente na empresa. Contudo, o colaborador deve seguir como combinado.

2.Modelo variável

Já nesse modelo, o funcionário tem mais autonomia dos seus horários, podendo escolher como fará a sua jornada. Porém, o cumprimento dos prazos e entregas são ainda mais rígidos.

3.Modelo livre

Por fim, o último modelo de horário flexível também dá a liberdade para o empregado escolher quando vai trabalhar. No entanto, ele deve cumprir a jornada diária ou semanal prevista e estipulada pela empresa. Além de considerar as entregas da sua produção.

Considere o trabalho remoto

Alternar entre o trabalho remoto e presencial também está relacionado ao horário flexível, além de ser vantajoso para ambas as partes da empresa. Conforme for a escolha do modelo de horário, o empregado pode trabalhar parcialmente em casa e ter mais produtividade do que teria na empresa.

Nesse sentido, as atividades presenciais ficariam apenas para situações que realmente exigem a presença física dos colaboradores para melhorar o desempenho e os debates em reuniões. Essa flexibilidade permite que o colaborador adeque às suas necessidades pessoais sem perder o foco no profissional.

Por exemplo, não há necessidade de pegar trânsito em horário de pico, caso ele possa trabalhar em casa pela manhã e entregar as tarefas mais importantes. Porém, para implementar a categoria de horário flexível, o RH precisa se organizar com o controle de horário dos colaboradores.

Explique a proposta para a equipe

Depois de estudar as possibilidades e adotar o horário flexível na empresa, é relevante explicar como deve funcionar a nova dinâmica. Afinal, para algumas pessoas pode ser novidade e surgir dúvidas. Além disso, é interessante que se for uma regulamentação coletiva, a maioria deve estar de acordo.

Inclusive, lembre-se de certificar com o sindicato da categoria que essa modalidade é aceita e registrar como deve ser cumprida por cada parte envolvida.

Por fim, a flexibilidade não é um tema que se restringe apenas aos horários de trabalho. Afinal, os profissionais estão cada vez mais em busca de empresas que os vejam como parceiros que fazem o negócio do empregador crescer. Portanto, os empregados com essa ideia querem ser valorizados e felizes no trabalho, resultando em uma equipe engajada.

Para isso, ter um horário flexível é relevante para a empresa ter sucesso com os seus profissionais. Contudo, é possível ir além e ofertar um programa de benefícios flexíveis para que os empregados escolham as categorias mais atrativas de acordo com as suas necessidades e interesses, como vale cultura, educação, refeição e outros.

Para saber mais sobre esse tema e o que levar em conta ao aderir um programa de benefício flexível leia esse outro artigo em nosso blog!

Caju Team

Caju é uma plataforma de benefícios para quem se importa com seus colaboradores!

Substitua todos seus cartões de benefícios pela Caju! Aqui você consegue comprar os benefícios do seu time de um jeito fácil e que seu time vai amar!

Artigos Relacionados

Assine nossa newsletter

Receba as novidades da Caju em primeira mão

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form