Receba um pedaço da Caju toda semana.

Inscreva-se na nossa newsletter e receba as principais novidades que o profissional de RH precisa saber para se destacar no mercado.

Cultura organizacional

As principais tendências em recursos humanos para 2023

Existe uma janela de oportunidades para as empresas: são as Tendências de RH 2023! Elas reforçam as necessidades da área em 2023. Confira!

Criado em

Atualizado em

por Michele Fernandes

Leia em 16 minutos

O ano de 2023 está trazendo um mundo de trabalho mudado. Embora a área de Recursos Humanos tenha sido uma área fundamental, liderado as principais mudanças e superado as maiores crises nos últimos anos, ele corre o risco de perder o rumo se não olhar para as tendências de RH para 2023.

O mundo corporativo ainda terá de lidar com tendências que vieram para ficar e novas práticas que afetarão o dia a dia dos profissionais. Acontece que um estudo da McKinsey&Company mostrou que a pandemia impulsionou a transformação digital quatro anos no futuro, o que exige constantes adaptações.

Não é novidade que o trabalho híbrido, por exemplo, ganhou cada vez mais espaço nas organizações. Claro que este ainda será um dos maiores desafios para as empresas no ano que vem, mas quais serão as novas tendências? O que esperamos que vai moldar 2023 nos locais de trabalho?

Continue aqui para conhecer a lista completa das principais tendências de RH 2023. Além disso, mostraremos como vai ser o RH do futuro e os prejuízos que podem surgir para quem não acompanhar essas mudanças. Acompanhe!

Qual o papel da área de RH frente ao cenário atual e futuro da gestão de pessoas?

As inovações tecnológicas e as mudanças no pensamento das empresas ajudam a trazer melhorias para os processos e a otimizar as atividades de cada gestor. Ficar por dentro das principais tendências de RH é uma forma de aproveitar novas oportunidades de aperfeiçoamento na sua gestão.

Uma empresa precisa estar em constante crescimento, sendo importante investir em ferramentas e treinamentos que tragam evolução para o trabalho que é realizado. A área do RH é responsável por inúmeros processos dentro da organização. Por isso, atualizar alguns deles é uma forma de trazer qualidade e responsabilidade para a gestão de pessoas.

Já que esse é o papel da área, precisamos saber quais são as demandas e tendências futuras de Recursos Humanos, como está o mercado de trabalho para o profissional de RH em 2023 e, principalmente, quais as novas tendências dos Recursos Humanos no Brasil e no mundo.

Com isso em mente, acreditamos que 2023 é a janela de oportunidade do RH para reposicionar a proposta de valor das empresas na realidade pós-pandemia. Os profissionais de Recursos Humanos vão desempenhar um papel ainda mais significativo na orientação das organizações durante esse processo.

Qual é a tendência mais recente na linha do tempo do RH?

Antes de passar para uma lista completa de tendências que você deve observar, separamos antes a tendência que está associada com o maior desafio do RH na atualidade: reconhecer e desenvolver talentos.

O que não vem mudando nos últimos tempos é justamente isso, a visão de futuro de uma empresa continua a depender de sua capacidade de reconhecer e desenvolver talentos de alto nível. Os líderes são desafiados a isso como nunca antes.

É por conta disso que precisamos dizer que a tendência mais recente quando olharmos para o departamento de Recursos Humanos é a escassez de talentos. Por mais que soe como uma tendência negativa, isso revela uma urgência em aumentar o investimento em capital humano acima de qualquer outro.

A verdade é que as habilidades e os ativos de que sua empresa precisa simplesmente não estarão disponíveis ou serão inacessíveis se não houver um trabalho focado em superar essa barreira. As empresas com visão de futuro combaterão essa tendência desenvolvendo recursos dentro do seu próprio ambiente interno.

Em outras palavras, o RH pode causar um tremendo impacto positivo nas organizações se estiver preparado para focar na retenção de talentos.

Quais são as tendências do RH?

Agora que já sabe qual a principal tendência, identificamos outras 12 tendências de RH para 2023.

Algumas delas já estão em andamento há algum tempo, mas atualizações recentes aceleraram a priorização nas empresas. Confira a lista!

1. Priorizar o bem-estar e a saúde mental dos profissionais

Uma das principais questões que surgiu durante a pandemia foi a importância de cuidar da saúde mental. A adaptação para o trabalho remoto em 2020 e a nova reestruturação para um modelo de trabalho híbrido deixaram as pessoas exaustas, segundo as pesquisas da época.

Por isso, o foco na saúde mental dos times passou a ser fundamental para minimizar os impactos de tantas transformações nas empresas. Agora, outra consequência percebida após a pandemia é que o bem-estar dos funcionários se tornou ainda mais importante.

Unindo os pontos, para 2023 uma das tendências em evidência é a implementação de novas políticas relacionadas ao bem-estar. Isso significa que os departamentos de RH precisam criar programas que foquem na qualidade de vida e programas de assistência aos funcionários que se concentrem igualmente na saúde física e mental.

As organizações precisam garantir que todos tenham os recursos para lidar com esses problemas. Ao mesmo tempo, é preciso incentivar outras boas práticas que fazem bem à saúde, algo que sempre será importante para os profissionais de RH.

2. People Analytics

O People Analytics é um método de análise que ajuda gerentes e administradores a tomar decisões sobre os funcionários. São interligadas estatísticas, tecnologias e um grande volume de dados, o que produz melhores escolhas e gerenciamento para uma organização.

Esse termo não é novidade porque já é conhecido pela maioria dos profissionais de recursos humanos, mas a verdade é que o People Analytics deve ganhar ainda mais espaço em 2023. Essa prática consiste em sistemas especializados que podem avaliar informações referentes aos colaboradores.

Realizando esse investimento, os gestores podem ter um melhor entendimento sobre o papel de cada um dentro do negócio. Isso porque o sistema ajuda a compreender as pessoas de forma individualizada, o que também pode auxiliar na melhora dos processos de recrutamento e seleção.

Por esse motivo, a inteligência artificial (IA) está crescendo no setor de gestão estratégica de Recursos Humanos, sendo uma boa solução para os gestores. Os sistemas conseguem coletar, processar e cruzar dados que permitem:

  • Entender o perfil do colaborador;
  • Avaliar seu desempenho;
  • Estabelecer padrões;
  • Planejar melhorias para a organização.

3. Desenvolvimento da liderança

Não é novidade que preparar a liderança para os desafios do mercado é essencial para o sucesso da empresa. Mas nem todas as organizações desenvolvem suas lideranças efetivamente.

Entre as principais razões, estão a pouca clareza no plano de carreira, a falta de interação entre gestores de níveis diferentes e a ausência de programas de mentoria. Esse cenário precisa mudar de forma urgente.

Investir em programas de desenvolvimento de líderes para que estejam preparados para as necessidades da organização pode ser fundamental em 2023. As organizações que fornecerem experiências de desenvolvimento de alta qualidade terão muito mais chances de conseguir altas taxas de engajamento e retenção de líderes.

4. Flexibilidade no trabalho

Se com a pandemia de Covid-19 o modelo de jornada de trabalho sem horário fixo foi ganhando adeptos, com as avaliações de desempenho sendo feitas por meio de entregas realizadas, para 2023 já podemos dizer que flexibilidade no trabalho é o novo normal.

As empresas já perceberam que, ao adotar um modelo flexível de trabalho, os colaboradores podem cumprir as atividades nos momentos em que estiverem mais dispostos, pois nem todos se saem melhor no horário tradicional.

Em resumo: oferecer aos funcionários opções de trabalho híbrido e remoto é uma tendência que veio para ficar. Uma pesquisa da CareerBuilder sobre o trabalho remoto indicou que, diante dessa nova realidade, os negócios que incluem a opção de trabalho remoto atraem 7 vezes mais candidatos do que aqueles que não o fazem ainda.

Nem todas as atividades podem ser contempladas com essa facilidade, mas o modelo home office será um dos mais beneficiados com essa forma de trabalhar. 

5. Employee Experience

O conceito de Employee Experience tem como objetivo garantir a motivação do colaborador, fazendo com que ele entregue o retorno esperado pela empresa.

Em resumo, é o conjunto de ações que devem ser desenvolvidas pela empresa para melhorar a experiência dos funcionários no ambiente de trabalho, uma vez que aumentar o engajamento deve ser um dos principais objetivos dos gestores e RH em 2023.

Isso contribui para a retenção de talentos e redução das taxas de turnover. Mas não esqueça: o RH desempenha o papel de ouvir a voz dos funcionários para que assim consiga criar estratégias efetivas e conectadas com as necessidades reais que eles possuem no momento.

→ Leia também: Employer Branding: o que é e como implementar esse conceito + cases de sucesso

6. Uso de metodologias ágeis

A criação de equipes multidisciplinares é um novo jeito de promover a transformação digital nos diversos setores de trabalho. As diferentes áreas podem trocar experiências entre si, com o objetivo de fazer a gestão dos times para a integração em cada projeto.

O estabelecimento de novas metodologias que ajudam a agilizar os processos é uma maneira de inovar na área de Recursos Humanos. Os métodos existentes são vários, como o Design Thinking, o Scrum e a visão sistêmica, que podem ser usados no recrutamento e na seleção de talentos, além de trazerem outros benefícios.

7. Gamificação

A gamificação é uma tendência que está sendo usada para vários objetivos distintos. Na área de Recursos Humanos, ela pode servir na gestão de pessoas como uma ferramenta para aumentar a produtividade, o engajamento e a motivação dos colaboradores, além de ajudar a entender o perfil de cada funcionário.

Ela ainda pode ser utilizada para o treinamento corporativo e para otimizar os processos de recrutamento. Na comunicação interna, o benefício é trazer mais dinamismo e eficiência para a organização.

A atenção e o compromisso com o aprendizado online serão estimulados pela gamificação e formatos atraentes serão necessários. Funcionários de todos os níveis – não apenas líderes e executivos – já esperam ser treinados dessa forma.

8. Otimização do tempo de recrutamento

O recrutamento é uma das áreas mais importantes na gestão de um negócio. Buscando encontrar mais objetividade na contração, as novas ferramentas coletam informações dos candidatos e determinam um perfil ideal para cada vaga.

Dessa maneira, é possível otimizar o tempo do recrutamento, trazendo mais agilidade e competitividade para o negócio. O papel do profissional de RH não é dispensável, já que a etapa final ainda será a conversa com o candidato, que buscará entender se ele se encaixa na cultura organizacional da empresa.

A novidade para 2023, que vai otimizar muito esse tempo, é que a descrição de cargo precisa ser cada vez mais precisa.

Os profissionais esperam que as empresas criem uma vaga de emprego completa, com todas as informações necessárias para ajudar na tomada de decisão de se candidatar ou não. O que não pode faltar, por exemplo, são os benefícios flexíveis.

9. Investimento em soluções e armazenamento de dados na nuvem

Uma tendência que contribui para o setor são as soluções em nuvem. Elas possibilitam que a organização tenha acesso a todas as tecnologias já utilizadas de maneira mais autônoma e ágil.

Além de oferecer segurança, facilita a acessibilidade aos dados, que podem ser encontrados por meio de qualquer dispositivo eletrônico, desde que o usuário tenha as senhas de acesso. A manutenção desses sistemas é de responsabilidade da empresa que fornece a solução, facilitando a gestão dessas ferramentas.

A novidade que você também precisa olhar em 2023 é o fluxo de armazenamento de dados da área de RH. Hoje ele já precisa acontecer na nuvem para não correr nenhum risco de perder informações fundamentais, como os dados das folhas de pagamento.

10. Gerenciamento de desempenho contínuo

A análise de desempenho sempre fez parte do RH, mas o que está mudando são os períodos em que ela é realizada. Se no passado o processo era feito em datas determinadas, atualmente é necessário aplicar esse recurso de forma contínua.

As equipes de uma empresa estão cada vez mais trabalhando de maneira independente, sendo importante realizar reuniões individuais entre líderes e seus colaboradores para ficar por dentro do que está acontecendo. Esses encontros contribuem para a melhoria dos resultados e ajudam a diminuir possíveis problemas.

Olhe para essa tendência também como um apoio na tomada de decisão sobre a entrega da bonificação por resultados. Manter um fluxo de avaliação de desempenho, deixando claro para todos que é algo relevante para garantir as bonificações, facilita todo o processo de gestão.

11. Gestão de dados e integrações

Outro avanço tecnológico primordial para melhorar o RH da sua empresa é a utilização de ferramentas de gestão de dados e integrações. Elas permitem que todas as informações da organização fiquem centralizadas em um único local, facilitando o manuseio e a análise.

O fato é que o RH sempre desempenha um papel fundamental, que é ajudar a organização a descobrir como usar melhor as novas tecnologias. Além disso, realizam integrações entre os diferentes setores da empresa e também entre várias ferramentas distintas.

Manter essa gestão de dados e integrações em 2023 é uma forma de não perder dados antigos importantes, que trazem informações necessárias para o planejamento e o histórico da organização.

12. Desenvolvimento orientado por propósitos

Em 2023 o RH vai atuar na criação de organizações orientadas por propósitos. Essa é uma das mudanças fundamentais que vimos nos últimos dois anos: a importância do propósito nas organizações de hoje como um diferencial para as organizações, ajudando a reter e atrair talentos.

Acontece que ter um propósito claro também ajudará a mostrar como a empresa está conectada com as tendências mundiais. Já vivemos na época em que muitos profissionais só seguem atuando dentro de uma organização se ela tiver os objetivos centrais conectados com os deles.

Conectar o propósito da empresa aos objetivos ambientais, sociais e corporativos vai tornar esses objetivos uma parte clara da marca. Essa é uma maneira do RH gerar impacto no mundo e atrair os melhores talentos de agora em diante.

Como vai ser o RH do futuro?

Vimos quais as tendências que você precisa acompanhar de perto para 2023. Só que mesmo sabendo que as empresas estarão sempre de olho na implementação do que é tendência hoje, o que esperar do RH para os próximos anos? Qual o maior desafio para o RH do futuro?

Acontece que, além de seguir as tendências, é importante olhar para o que deve ser prioridade dentro das atividades dos times de RH. Para encontrá-las, o Gartner realizou uma pesquisa anual com mais de 800 líderes de RH e identificou as principais prioridades para RH em 2023.

No topo da lista, está a eficácia do líder e do gerente. Afinal, à medida que as organizações e a sociedade evoluem, as expectativas sobre as responsabilidades dos líderes aumentam, tornando seus papéis cada vez mais complexos. Por conta disso, o ambiente de trabalho atual exige que os líderes sejam mais empáticos e adaptáveis.

Nesse cenário, podemos destacar e tendências que estarão nas listas dos próximos anos como algo para trabalhar no RH do futuro:

  • Recrutamento e captação sempre ativa por redes sociais: a redução da disponibilidade de talentos levará a estratégias de recrutamento ainda mais sofisticadas. Os dados mais ricos serão necessários e podem vir das diferentes redes sociais;
  • Planejamento do orçamento para fornecer aumentos salariais mais altos: é importante já ficar de olho nesse tópico porque ele mostra a consciência das empresas de que as expectativas dos funcionários aumentaram na mesma proporção da atual taxa de inflação recorde no mundo;
  • Mudanças rápidas de prioridades para profissionais mais jovens: os departamentos de RH logo descobrirão que trabalhadores mais jovens têm um conjunto diferente de ideias e prioridades para suas carreiras, com necessidades de mudanças constantes. As empresas terão que se adaptar a essas preferências e ajustar as políticas para dar essa flexibilidade.

Por que não acompanhar as tendências pode ser prejudicial?

Ao não acompanhar as tendências de gestão de RH, é possível que sua empresa comece a perder competitividade ao longo do tempo. Isso acontece porque as inovações trazem agilidade para vários processos, como o recrutamento. Se você não otimizar essa etapa, terá dificuldades para encontrar novos talentos.

A retenção dos profissionais que já possuem no seu quadro de trabalho também pode ser prejudicada. Afinal, ao fazer todos os processos da forma antiga, o controle sobre os colaboradores diminui, prejudicando a evolução dentro da empresa e, consequentemente, o crescimento dos profissionais.

Além disso, a falta de gestão no RH pode atrapalhar os resultados do negócio de uma forma geral, já que a empresa não organizará os dados de maneira eficiente, prejudicando o processo de tomada de decisão. Portanto, é fundamental ficar atualizado com o que o mercado está oferecendo e buscar novas formas de realizar algumas atividades.

Procure implementar as soluções e as mudanças de pensamento e confira os resultados que isso pode gerar!

Siga as tendências agora e saia na frente para 2023

Sabemos que 2023 é um ano de grandes oportunidades para o RH. Ainda assim, há uma série de desafios a serem superados. Lembre-se que primeiro o RH precisa priorizar o bem-estar de seus funcionários e ajudar as organizações a se prepararem para os desafios futuros.

Depois disso, as organizações precisam adotar uma perspectiva mais ampla e entender que as tendências de RH não dizem respeito apenas a esse departamento, mas a todo o negócio. Eles devem considerar como o RH pode desempenhar um papel fundamental na gestão da mudança organizacional.

Em outras palavras, os líderes e o RH precisam colaborar para lidar com as mudanças no mundo do trabalho. Esperamos que você tenha entendido essa mensagem e comece já a dar os próximos passos rumo às tendências de RH para 2023. Você pode começar com o cartão multibenefícios: conheça mais sobre a Caju!

Conheça a Caju

Preencha o formulário de interesse abaixo.

Entraremos em contato com as melhores soluções para sua empresa.

Compartilhe nas redes sociais

Michele Fernandes

Marketing

Profissional da área de comunicação há mais de 10 anos, com especialidade em criação e estratégia de conteúdo B2B em empresas de tecnologia.

Ver todos os posts dessa autoria

Receba um pedaço da Caju toda semana.

Inscreva-se na nossa newsletter e receba as principais novidades que o profissional de RH precisa saber para se destacar no mercado.